Presidente do Legislativo, Ronaldo Salles, Presidente da Comissão de Orçamento, Finanças e Infraestrutura Urbana e Rural, Carlos Augusto Oliveira dos Santos entregam o relatório de audiência sobre o fechamento do CRVA

O Prefeito Municipal em exercício, Gustavo Lírio, recebeu nesta segunda-feira, dia 28, a Oficial do Registro Civil e Especial de Tupanciretã, Margot de Souza, juntamente com o Presidente da Câmara de Vereadores, Ronaldo Salles, e o vereador, Carlos Augusto Oliveira dos Santos para a entrega do relatório da Audiência Pública do dia 15 de agosto, que tratou a desativação do Centro de Registro de Veículos Automotores em Tupanciretã. Na entrega do relatório sobre a realização da Audiência, Margot Souza, sugeriu ao Prefeito em Exercício, que fosse criada uma comissão para representar o Município e solicitar uma audiência junto ao Detran em Porto Alegre.

Segundo informação lavrada na Ata da Audiência, Margot Souza relatou sobre as dificuldades de manter aberto o CRVA, como o aumento de exigência pelo Detran, incluindo construções de um novo prédio, a falta de amparo para manutenção da estrutura, e a elevada carga tributária em relação ao valor arrecadado com o serviço, esses e outros mais levaram o descredenciamento do CRVA de Tupanciretã, coordenado por Rubens Jensen. A Audiência contou com autoridades convidadas, como o representante da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do RS, Honório Luiz Alves, que reforçou as justificativas dadas pela Margot. O Presidente do Sindicato dos Registradores Públicos do RS, Carlos Fernando Reis, trouxe mais informações acerca do funcionamento dos serviços de CRVA. O Vice-prefeito, Gustavo Lírio informou que teve uma audiência com os representantes do Detran em Porto Alegre, e que foi possível ter mais conhecimento da situação, a qual salientou não ser apenas restrita ao Município de Tupanciretã, mas sim em todo o Estado, com o fechamento de diversos CRVAs, sugerindo a abertura de um Posto Avançado em Tupanciretã. Outras autoridades do Município como o Presidente da OAB, Mário Viana, o Presidente da ACIT, Jader Gaglik, e vereadores também debateram e deram seu parecer sobre a situação.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 29/08/2017

Compartilhe!