Em Tupanciretã ultrapassam 60 ações de desapropriação ajuizadas pela RUMO Logística contra moradores próximos a viação férrea do Município, isso envolve aproximadamente 150 famílias.

Na semana passada, o Prefeito Municipal, Carlos Augusto Brum de Souza juntamente com o Procurador Geral do Município, Dayan Soares Peixoto e o Presidente do Legislativo de Tupanciretã, José Benezer Cancian, participaram da primeira reunião de Conciliação e Arbitragem na Advocacia-Geral da União, em Brasília, para tratar sobre as ações de reintegração de posse de imóveis próximos a viação férrea. Só no Rio Grande do Sul, mais de 35 cidades serão afetadas pelas ações da Rumo.

A reunião ocorrida no dia 26 de julho, foi a primeira com a presença da Rumo Logística, onde foi feita as tratativas iniciais acerca da conciliação para o impasse territorial da viação férrea especificamente do Município de Cruz Alta. Na oportunidade, e também a pedido da AGU o Município de Tupanciretã formalizou um pedido solicitando a integração no procedimento conciliatório através Câmara de Conciliação e Arbitragem Federal (CCAF), medida adotada após a AGU solicitar que cada Município fosse tratado de forma separada no processo de conciliação.

Em Tupanciretã ultrapassam 60 ações de desapropriação ajuizadas pela RUMO Logística contra moradores próximos a viação férrea do Município, isso envolve aproximadamente 150 famílias. Segundo o Prefeito Municipal, Carlos Augusto Brum de Souza, será elaborado um dossiê com estudo específico do mapeamento da linha férrea através de drone, estudo social dos moradores envolvidos, pesquisa de processos, entre outros dados relevantes para alinhar as tratativas de conciliação.

Serão feitas diversas reuniões de conciliação para análise dos fatos e entendimento entre as partes envolvidas. Portanto, diferentes setores do Executivo Municipal foram acionados nesta segunda-feira, dia 30, pelo Prefeito Municipal que expôs as tratativas da reunião em Brasília, e pedir o esforço e dedicação na coleta de dados para que o dossiê seja o mais íntegro possível.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 01/08/2018

Compartilhe!