O projeto “No namoro só bate o coração”, está em andamento e a previsão para concluir a intervenção nas escolas do município é para o fim deste mês, conforme a coordenação, estima-se que mais de 800 adolescentes tenham acesso a esse conteúdo.

A Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação através CREAS, vem realizando desde agosto, o projeto “No namoro só bate o coração”, voltado para conscientização dos jovens sobre o namoro abusivo. O projeto traz um espaço para orientação e reflexão sobre a violência contra mulher, para os alunos e alunas dos anos finais do Ensino Fundamental, 8º e 9º ano, e Ensino Médio. Até o momento, 7 escolas receberam o projeto, e mais de 245 alunos tiveram acesso as informações que as profissionais do CREAS, Coordenadora e Psicóloga, Carla Chelotti e a Assistente Social, Franciele Machado.

Segundo informações repassadas pelo CREAS, o Mapa da Violência contra a mulher de 2018 aponta que a cada 17 minutos uma mulher é agredida fisicamente no Brasil, de meia em meia hora alguém sofre violência psicológica ou moral, a cada 3 horas, alguém relata um caso de cárcere privado, e toda semana 33 mulheres são assassinadas por parceiros antigos ou atuais.

Tendo em vista esses dados críticos e também o relacionamento cada vez mais precoce, que o CREAS Laços de Familia, vem realizando este projeto orientando as adolescentes sobre relacionamentos abusivos e violentos, e o que caracteriza esse relacionamento. Além disso, promover a reflexão sobre as relações de gênero e a também a necessidade de denúncia frente a qualquer violência.

O projeto “No namoro só bate o coração”, está em andamento e a previsão para concluir a intervenção nas escolas do município é para o fim deste mês, conforme a coordenação, estima-se que mais de 800 adolescentes tenham acesso a esse conteúdo.

Fonte: Assessoria de Imprensa

Data de publicação: 03/09/2019

Créditos das Fotos: Assessoria de Imprensa PMT - Fernanda Malheiros

Compartilhe!