A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural tem atuado em conjunto com a Defesa Civil e vistoriado as muitas localidades sem água potável com açudes secos e produções perdidas.

Cada ida ao interior os torrões de terra expõem a calamidade que a estiagem tem provocado. As poucas chuvas que vieram apenas amenizaram, de forma momentânea, o pó e nada mais.

 

Cada ida ao interior os torrões de terra expõem a calamidade que a estiagem tem provocado. As poucas chuvas que vieram apenas amenizaram, de forma momentânea, o pó e nada mais.

 

Durante o dia 13 de janeiro, uma comitiva formada pelo prefeito Gustavo Terra, Coordenadora da Defesa Civil, Vânia Lopes, Coordenador de Agricultura, Adílio Serpa e do Coordenador de Obras, Junior Chesani, foram até as localidades de São Bernardo, corredor Santo Inácio, Caiçá, Assentamento São Domingos e Nova Aliança para analisar a realidade de cada área, e também, onde, no dia, haviam as maiores solicitações de ajuda.

 

A equipe da Secretaria de Desenvolvimento Rural tem atuado em conjunto com a Defesa Civil e vistoriado as muitas localidades sem água potável com açudes secos e produções perdidas.

 

O município está dando o máximo suporte para as famílias mais atingidas com a seca. São 4 equipes atuando no suporte à estas famílias, conforme o Coordenador de Agricultura, Adílio Serpa, mais de 140 bebedouros foram feitos desde o ínicio de janeiro, e aproximadamente mais 130 a serem feitos.

 

Semanalmente mais de 35.000 litros de água potável são enviados ao interior, trazendo um pouco de alento para mais de 30 famílias que estão sem água.

 

As solicitações não param, diariamente ligações e mensagens são enviadas pedindo auxílio da Prefeitura. Os telefones para contato são o 3272.2346 no horário das 7h às 13h.

s 7h às 13h.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 19/01/2022

Créditos das Fotos: SMDRIC e Defesa Civil de Tupanciretã

Compartilhe!