Comitê trabalha na prevenção para evitar a proliferação de focos do mosquito em Tupanciretã. Arrastão da Dengue nos bairros iniciará ainda neste mês maio

A manhã de quarta-feira, dia 11, foi de reunião para o Comitê Municipal de Combate ao Aedes Aegypti, famoso mosquito da dengue.

Motivado pelo crescente número de casos no Estado, que já soma 15 óbitos por dengue, o Comitê busca alternativas de alerta para a comunidade sobre os focos do mosquito em Tupanciretã, que segundo a Agente de Endemia, Naima Miranda, o município está infestado do mosquito e de ambientes com larvas.

 “Ainda não temos casos de dengue em Tupanciretã, mas precisamos agir na prevenção, porque o contágio está aumentado a cada dia” afirma o Secretário de Saúde, Vinicios Nagera.

Serão realizados nos bairros o “Arrastão da Dengue”, com o recolhimento de materiais como vidros, pneus, recipientes que possam acumular água, tudo que possa se tornar ideal para a proliferação do mosquito.

O primeiro bairro será o Anna Terra, iniciando o Arrastão do Dengue dia 23 de maio, segunda-feira de manhã, com a mobilização de equipamentos e membros do Comitê que é formado por representantes da Saúde, Educação, Sustentabilidade Ambiental, Desenvolvimento Social, Defesa Civil, Comunicação e Hospital.

Além de garrafas, vasos e pneus, locais comuns de infestação, fica o alerta para os ralos externos. As agentes de endemias, em suas visitas tem identificado bastante ralos com larvas. A sugestão neste caso é largar um pouco de água sanitária a cada semana.

Data de publicação: 12/05/2022

Compartilhe!