Mesmo em um ano atípico de pandemia, a tradição gaúcha deve ser enaltecida, por isso, mesmo em proporção reduzida, a celebração que dá início aos Festejos Farroupilhas foi realizada dentro dos protocolos da pandemia.

Saindo do Complexo Tupanciretã, a Chama Crioula conduzida por cavalarianos, Brigada Militar e Corpo de Bombeiros, rumou em direção a Casa de Cultura na tarde desta segunda-feira, dia 13 de setembro. Como o clima estava indicando chuvas fortes, foi transferido para um local mais adequado.

 

Iniciando a Solenidade de Abertura representando a figura feminina gaúcha, a Primeira Dama e Secretária, Barbara Terra, a Vereadora Arlete Senger, e a Secretária Rosani Didoné subiram ao palco com as bandeiras do Brasil, do RS e de Tupanciretã enquanto o hino do Brasil era entoado.

 

Pouco depois, em frente à Casa de Cultura, Valdoir Peixoto, da Vice coordenador da 9ª RT, entregou a Chama Crioula ao Prefeito Gustavo Terra que, acompanhado do seu Vice-prefeito, Marcio Dias, Presidente do Legislativo, Chico Cancian e do Comandante do Batalhão da Brigada Militar de Tupanciretã, Tentente Eleno da Costa transferiram a Chama para a Pira.

 

A solenidade seguiu no palco da Casa de Cultura embalada ao som e canto de Régis Reis e Dartagnam Portella. Após as falas das autoridades, a professora Luciane Brum fez uma rica exposição sobre a trajetória de Anita Garibaldi, acolhendo o tema da Semana Farroupilha 2021: “Os Caminhos de Anita”.

 

O Padre Cristiano Quatrin trouxe suas palavras de benção à Semana Farroupilha e convidou para a Missa Crioula que irá ocorrer às 19h de terça-feira. Assim como o Grupo de Desbravadores da Igreja Adventista do 7º Dia fez uma apresentação de Ordem Unida.

 

O evento foi encerrando com o pronunciamento do Prefeito Gustavo Terra dando início oficialmente a Semana Farroupilha de 2021.

Fonte: Assessoria de Comunicação

Data de publicação: 14/09/2021

Compartilhe!